Casa Mortuária_Barrancos- Portugal

 

 

Descrizione Progetto

Introdução

A proposta apresenta uma solução na qual a interação com a natureza é uma constante. Esse dialogo constante entre o edificado proposto e a natureza arrebatadora que o envolve, confere o silêncio e a paz necessários a um local de oração.

Tirando partido de uma forte simplicidade das suas linhas, este projeto promove a alegria interior, apontando ao essencial. A arquitetura, é também ela uma ferramenta que permite explorar e questionar a essência da vida! O milagre do nascimento, a evolução, a morte, refletindo todo o conhecimento na nossa consciência. A arquitetura representa um lugar de conforto para a nossa solidão moral espiritual.

Como local de culto que pretende ser, a calma imanada pela honestidade dos seus materiais, em completa harmonia com o meio natural envolvente, apenas é quebrado pela geometrização da iluminação natural, conferindo um carácter divino e ao mesmo tempo humano à intervenção.

Concepção

A localização da capela do cemitério encontra-se em pleno cruzamento de dois eixos principais:

– Um dos quais, partindo da entrada do cemitério e dirigindo-se na direção do vale a sudoeste;

– o outro define-se pelo eixo transversal que intercepta a torre de telecomunicações.

Ambos comunicam intimamente com o contexto para se tornarem mais abstratos no ponto em que se interceptam.

Estes caminhos dividem o espaço em quatro quadrantes. Dois deles, situados no subsolo, contêm os espaços dedicados à capela do cemitério.

No lado norte do terreno, adjacente à estrada existente, propôe-se um muro de contenção que permite a criação de um espaço para estacionamento.

Uma rede de caminhos secundários e clareiras desenvolve-se ao longo do terreno, colocando os principais elementos do projeto num sistema e permitindo o acesso à área da Rua de S. Bento e da Tv da Preguiçosa.

O design sustentável representou uma das premissas deste projeto. A inclusão de coberturas verdes, a reutilização das águas pluviais, as paredes de betão armado com alto indice térmico, são fatores que aportam qualidade construtiva com design de excelência.

Projeto

Dois eixos principais determinam uma centralidade e um sistema de quatro quadrantes.

O centro é um espaço aberto pavimentado: uma área intermediária de espera entre o exterior e o interior da capela. Neste espaço a paisagem capta toda a atenção. O som do movimento da água de uma fonte e as sombras das árvores em movimento refletem a passagem do tempo.

Este espaço central é a origem de quatro possíveis direções: a noroeste para o centro de Barrancos; autoestrada sudeste e acesso para deficientes; a nordeste para a praça do cemitério; e a sudoeste para o vale e acesso principal ao trabalho.

Dois volumes puros, divididos do lado de fora pelo eixo que é dirigido rio abaixo da entrada do cemitério, compõem a volumetria do edificado proposto. Estes dois blocos, de betão armado, são caracterizados por uma dinâmica simetrica das suas coberturas, convergindo para uma via pedonal. Importa realçar o seu particualr revestimento em chapa de alumínio, com um jogo de pequenas perfurações em forma hexagonal (em alusão à figura do hexagrama, um símbolo comum às religiões).

É possível aceder à capela desde duas alturas diferentes, de modo a facilitar a entrada e as operações de manobra para aqueles que servem na capela.

Os espaços interiores, com planta rectangular, são articulados por dois elementos arquitectónicos pavimentados com pedra local: um desses elementos é uma parede que divide os espaços de serviço do átrio; outro é uma coluna, a qual determina o limiar da própria capela e idealmente divide o espaço a meio .

Os dois volumes estão ligados entre si por uma passagem subterrânea, a parte final de um caminho feito de luz e matéria, que leva à sala principal: um ambiente único que, de acordo com as necessidades, pode ser dividido em duas salas através de cortinas. A abside é definida por uma parede de vidro cuja vista é filtrada a partir do exterior por painéis de revestimento de alumínio perfurados. O revestimento externo pode abrir para cima, revelando toda a paisagem natural que o local oferece.

O exterior da capela é caracterizado por um sistema de conexões que percorre toda a área do projeto. Essas conexões são de dois tipos: rotas secundárias e áreas semi-permeáveis. Os primeiros são caminhos lineares que permitem que a área suba e desça rapidamente, consistindo de blocos de concreto pré-fabricados que ficam em repouso sem qualquer escavação diretamente no solo; as últimas são áreas abrangendo duas curvas altimétricas cobertas de cascalho.

Tecnologia

Do ponto de vista construtivo, o trabalho é projetado de forma a ser fácil de executar, explorando os recursos naturais existentes no local, para uma maior eficiência energética.

A estrutura de betão é parcialmente subterrânea. O revestimento exterior é executado através de um sistema de painéis perfurados, por forma a controlar o nível de brilho e radiação das salas. Parte dos elementos arquitectónicos interiores são revestidos em pedra local: o septo e a coluna cobertos em xisto e o pavimento em granito natural.

A espessura das partições de suporte de carga, permite a previsão de um sistema de cavidades no interior para a ventilação natural das salas.

A opção por enterrar a estrutura permite um isolamento térmico natural mantendo uma temperatura constante tanto nos meses quentes de verão quanto no inverno. Outro elemento útil para a mitigação do clima é a cobertura ajardinada, irrigada por um sistema de coleta de águas pluviais

As janelas e a parede de vidro fornecem iluminação natural adequada dos espaços ao longo do dia. Os painéis de alumínio externos são úteis para gerenciar a intensidade da luz, em particular na capela, onde através de um mecanismo hidráulico os painéis abrem como um livro em direção ao topo, permitindo que a luz invada completamente o espaço interior.

Dettagli

 

  • Cliente: Câmara Municipal de Barrancos – Portugal
  • Anno: 2019
  • Team: Di Girolamo Engineering s.r.l.
  • Ruolo svolto: Progettazione
  • Importo Progetto : 450.000,00